terça-feira, 15 de novembro de 2016

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada ~ de J. K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne

Clicar aqui

Depois de andar uns anos desaparecida, decidi recomeçar a escrever no blog. Como tal, será um restart total, começando do zero. E como primeiro livro deste recomeço escolhi "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada".


Sinopse (retirado daqui)
Em 2016 chega-nos em português o novo livro de Harry Potter, o célebre personagem de J.K. Rowling. Harry Potter e a Criança Amaldiçoada (Harry Potter and the Cursed Child) traz de volta as personagens mais carismáticas da série: Harry, Ron e Herminone, agora adultos, mas também os respetivos filhos e com estes desafios novos… e antigos:
- O que aconteceu depois de Hogwarts?
- E com o fim de Voldemort, estará o mal erradicado de vez?
Baseada numa história original de J.K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - a nova peça de teatro de Jack Thorne -, cuja estreia mundial decorreu no West End, em Londres, no passado dia 30 de Julho, é a primeira história oficial de Harry Potter a ser apresentada em versão teatral.
Foi sempre difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele se tornou num muito atarefado funcionário do Ministério da Magia, casado e pai de três crianças em idade escolar.
Enquanto Harry luta com um passado que se recusa a ficar para trás, o seu filho mais novo, Albus, tem de se debater com o peso de um legado familiar que nunca desejou. Quando o passado e o presente se cruzam, pai e filho confrontam-se com uma desconfortável verdade: por vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

A oitava história. Dezanove anos depois.


Detalhes do produto (retirado daqui):

ISBN: 9789722359054
Editor: Editorial Presença
Páginas: 368
Dimensões: 147 x 228 x 26 


Minha opinião:

Pode ser por ter adorado todos os livros que contavam as aventuras de Harry e amigos. Pode ser porque esta saga fez parte de vários anos da minha vida. Ao início admito que não estava entusiasmada. Fiquei curiosa, mas não coloquei este livro na minha top list dos "livros que quero ler". Contudo, com o passar dos dias, e à medida que ia passando por ele em estantes de livrarias e via anúncios do mesmo na Internet, a curiosidade começou a aumentar. Não quis ler opiniões antes de ler o livro, porque podiam moldar a minha opinião. A única coisa que me apercebi depois foi que se trata de uma peça de teatro. Isso voltou a trazer-me as dúvidas. Mas por outro lado, é sobre o Harry Potter e sobre Hogwarts, e todo esse mundo mágico que envolveu os livros anteriores e que acompanhou parte do meu crescimento.

O livro foi-me oferecido no dia 16 de Novembro, e comecei de imediato a ler. Não consegui resistir mais... queria saber mais sobre aquele mundo mágico, que supostamente está aqui tão perto do mundo "normal"... queria saber o que tinha acontecido às personagens conhecidas, conhecer as personagens novas, ler sobre mais aventuras. A modos que li o livro em cerca de 24 horas. Aproveitei os últimos dias de férias para relaxar e não fazer nada a não ser ler, ler, ler. Quando me perguntam como consegui ler o livro tão rapidamente, para além da justificação das férias, aquilo que digo é:
1. o texto não é prosa, tem menos texto por cada página, por isso a leitura seria sempre mais rápida
2. como me conseguiria eu desprender daquele mundo, daquelas personagens fantásticas, da magia, das imagens que a minha imaginação criava à medida que eu lia...

O livro não é uma simples repetição do que já foi escrito anteriormente. Tem originalidade e conseguiu, como calculam, prender-me desde a primeira página. Eu queria saber o que ia acontecer a seguir, por isso, quando tentava pousar o livro, tinha de pegar nele logo de seguida, ou a minha imaginação não parava de formular hipóteses, saltitando de um cenário para outro. Se antes de começar a ler o livro tinha dúvidas em relação a ele, posso dizer que a partir das primeiras páginas este começou a surpreender-me e acabou por superar as minhas expectativas.